A fabulosa planilha financeira

Eu sei, só de ver a palavra planilha financeira você já pensa na zona das suas finanças. Mas calma, isso é mais comum do que você imagina. Até pessoas mais organizadas e com um bom relacionamento com as finanças podem escorregar na tarefa de manter em ordem as finanças mensais.

Anotar todos os gastos e entradas da conta corrente não é mesmo uma tarefa muito divertida, porém necessária. Os gastos que nos deixam em saia justa não costumam ser gastos grandes, mas sim os pequenos e repetidos. Você tem noção que gastou R$500 em calça, mas provavelmente não tem noção que gastou R$200 picadinho em café durante todo o mês. Aí no final do mês você vai ver o extrato e fazer a famosa pergunta: mas pra onde foi todo o meu dinheiro?

Entendo e respeito quem quiser gastar o valor que for em café, táxi ou chocolate, desde que esteja ciente desse gasto e confortável com o resultado. Agora se você se pergunta todo mês pra onde foi seu dinheiro, se você gostaria de fazer outras coisas com o dinheiro, ou até está se planejando para algo maior, você precisa sim saber onde gasta e, o mais importante, de onde você pode tirar caso queira iniciar uma economia.

A melhor maneira de você saber exatamente onde gasta é listando. Não me venha com esse papo de que você tem tudo na sua cabeça. Por mais que sua mente seja tão genial quanto a do Mike, em Suits, você não terá a visão separada das coisas. Quando falamos de finanças precisamos saber onde e porquê. Onde você gastou? Por que você gastou? Você só vai conseguir analisar e comparar se você tiver tudo listado.

Aplicativos mão na roda

Por aí tem diversos aplicativos que te dão uma mãozinha na hora de cuidar das finanças. Mas até agora – alguém me corrige se eu estiver muito louca – não vi um aplicativo que separe a movimentação por categorias, apresente onde gasto mais e tenha projeção anual. A maioria dos aplicativos possuem funções mirabolantes, gerenciam a conta corrente, a poupança, os cartões de crédito, separam por categorias, subcategorias, cores, mas não apresentam a projeção anual. Eu não sei você, mas eu fico perdida sem saber como vai ser meu próximo mês e como vou estar até o final do ano. Gosto de ver em que mês eu vou poder comprar tal coisa ou em que mês eu vou conseguir bater minhas metas.

Mas para quem prefere, posso indicar o Organizze, que já usei por muito tempo e é uma ótima ferramenta, com muitas funções, com versão mobile e desktop. Também tem o GuiaBolso, que eu não cheguei a usar por ser preciso adicionar a senha web do seu banco – e vocês sabem que sou a louca da segurança, mas a proposta dele é ser automatizado e puxar tudo do seu banco para você não ter trabalho. Porém, pelo que sei, nenhum dos dois oferece a projeção anual.

Planilha, sua linda

O bacana de planilhas é que você customiza da maneira que melhor se encaixa com você e sua realidade. Não é tão bonita e fácil quanto um aplicativo, mas é mais funcional. Se nada se encaixou com você, faça a planilha trabalhar ao seu favor.

Então evolui a planilha de projeção anual – calma, a antiga continua no link original – criando uma nova planilha: a fabulosa planilha financeira – orraaaaay! \o/

A fabulosa planilha financeira

Nessa planilha eu mantive a projeção anual, adicionei o balanço mensal por categorias e o detalhamento de movimentação de cada mês. Todas as abas estão interligadas para automatizar um pouquinho do processo.

Movimentação mês a mês

Nas abas referente aos meses você adiciona o que entrou e saiu da sua conta, com data, descrição e categoria. Atenção: valor e a categoria são muito importantes para todo o cálculo da aba Balanço Mensal funcionar – sem essas duas colunas preenchidas a planilha não consegue te mostrar quanto você gastou durante o mês em transporte, por exemplo.

Balanço mensal

O balanço mensal vai te mostrar o quanto você gasta por mês em cada categoria. Eu já defini algumas categorias de exemplo, mas você pode remover e adicionar quantas você quiser. Atenção: é importante manter as categorias com nomes iguais entre as abas dos meses e do balanço – se na aba balanço está casa, mas na aba de janeiro está moradia, a planilha não vai conseguir adicionar o valor na categoria casa.

UPDATE em 10/02/16:

  • Duplicação da fórmula de identificação de categorias nas colunas dos meses – antes estava considerando apenas em janeiro
  • Adição de porcentagem por categoria com base na receita do mês, assim você pode ver quantos porcento você gasta da sua receita em cada categoria :) – obrigada pela sutil ideia, Paty [Book Nerd]! :D

Quem já fez o download, é só copiar as células e colar na planilha que estiver usando e pa-dá! :)

Projeção Anual

Já na aba Projeção Anual você pode puxar os valores das abas dos meses para não ter que ficar redigitando e evitar erros. Por exemplo, na aba Projeção Anual, na linha Condomínio da coluna de Fevereiro, você pode digitar = e ir até a aba de Fevereiro e selecionar o valor que corresponde a despesa Condomínio, o valor vai ser espelhado de lá – na planilha deixei o exemplo na coluna de janeiro. :)

Para gastos que não são fixos, aconselho a fazer o espelhamento de valores apenas do mês corrente. Deixe os meses futuros com os valores de planejamento, assim você considera que poderá gastar e não terá imprevistos.

Download da fabulosa planilha financeira

Como de costume, deixei a planilha prontinha no Google Drive para você acessar e duplicar o arquivo para a sua conta do Google, e também no Excel. Escolha a versão que mais gosta e baixe aí! :) Só lembre-se que se você baixar a versão Excel e converter para Google Drive, as fórmulas de cálculo podem não funcionar, por isso deixo as duas prontinhas para você.

Agora, de coração, adquira o hábito de cuidar das suas finanças sempre. Aposto que você vai ver que pode economizar em coisas que gasta sem perceber e usar o dinheirinho que sobra para conquistar coisas que realmente quer. :)

🖤 Elemento utilizado na imagem destaque é do Flaticon. :)

✓ publicado em 05 de fevereiro de 2016 por Bruna Diniz