5 dicas pra trabalhar home office com gente em casa

Home office é o sonho de muita gente que tá preso no horário comercial, no trânsito, sem flexibilidade e com uma qualidade de vida na casa do chapéu. Tem inúmeros artigos por aí dizendo as vantagens do home office, como é bom e libertador. Acontece que ninguém conta as desvantagens de verdade – e tem muitas, viu? É preciso saber balancear e ter jogo de cintura consigo mesmo para vencer o monstro do home office. Uma das desvantagens é dividir seu home office com o restante da família – sabe quando você trabalha de casa e tem gente em casa junto? Pois é.

Nossa cultura foi ensinada que estar trabalhando é estar fora de casa e que estar em casa é lazer. Não podemos culpar as pessoas ao nosso redor por não entenderem logo de início nossa nova situação – o home office. Por outro lado, dá para ensinarmos para eles – e para nós mesmos – nossos momentos de trabalho.

1. Comunicação sobre o home office

A comunicação é essencial e não tem como começar um home office sem. É preciso explicar o que é um home office para as pessoas que moram com você e as que tem mais contato no dia a dia. Você vai precisar conversar e tirar as dúvidas, considerar que talvez essas pessoas não entendam totalmente o que diabos é home office e ter paciência para que elas peguem o hábito de ter você em casa sem relacionar isso com lazer.

2. Horários fixos

Se você for bom com horários e preferir estipular dias e horas para trabalhar, divida essa informação com as pessoas de casa. Avise que você trabalha das 10h às 17h de segunda a quinta, por exemplo. Você até pode manter um lembrete na geladeira para que ninguém se esqueça ou se engane.

3. Sinais de trabalho

Criar sinais também é uma boa opção, principalmente para quem não gosta dos horários fixos e tem horários flexíveis para trabalhar. Os sinais podem ser simples como estar de fone de ouvido, a porta do escritório estar fechada, colocar uma mensagem de “não perturbe” na maçaneta da porta ou ter algum objeto em cima da mesa caso o escritório esteja em um ambiente de uso comunitário. Mas não se esqueça de avisar as pessoas qual é o sinal, hein? E também não fique bravo caso te incomodem no começo, elas vão demorar um tempo para entender, lembrar e respeitar seus sinais.

4. Escritório definido

É bem interessante você ter um espaço único para seu escritório. Se tiver um ambiente só pra isso, melhor. Se for uma mesa na sala, não tem problema, apenas encontre maneiras de não perder o foco no seu trabalho e crie os sinais para dizer que está trabalhando. Evite trabalhar de diferentes ambientes da casa – hoje trabalha do quarto, amanhã da mesa de jantar, depois do sofá -, isso pode confundir e até incomodar as pessoas que moram com você.

5. Limites

Para alguns isso pode ser difícil, mas a verdade é que você vai precisar colocar limites. Você vai precisar dizer que está trabalhando, vai precisar repetir muitas vezes que a porta fechada significa horário de trabalho, vai precisar dizer inúmeras vezes que você não pode ir na padaria, nem na farmácia e muito menos no mercado durante o seu expediente. Se você abrir muitas excessões, principalmente no começo, ninguém vai entender qual é a do seu home office.

Home office com gente em casa é questão de se posicionar e respeito. Não adianta você reclamar que ninguém te respeita, se você não colocar regras e limites para si mesmo. Precisa estar claro onde começa e onde termina o trabalho para que as pessoas da sua casa também entendam isso. Mas se você não respeitar, vai ser difícil deles respeitarem também, viu? Vá ajeitando aos poucos que com o tempo todos vão se acostumar.

🖤 Elemento utilizado na imagem destaque é do Flaticon.

✓ publicado em 21 de setembro de 2016 por Bruna Diniz