3 ingredientes para um orçamento na medida

Vejo muitas pessoas perguntando quanto deve cobrar em um trabalho, se está ou não dentro do mercado, se está muito barato ou muito caro. Antes de você sair chutando quanto vai cobrar em um projeto, você sabe o valor da sua hora?

A sua hora é a base de tudo. Você não pode simplesmente olhar para um projeto e achar que ele custa R$2.000 porque acha simpático ou R$10.000 porque acha complexo. Achismo não te dá lucro, pelo contrário.

Para seu orçamento sair belezinha você precisa de três passos:

1. Quanto custa a sua hora?

image

R$ 30? R$60? R$500? De onde você está tirando esse valor? O achismo também não funciona aqui. Não é jogar um valor que tá tudo certo. Achar que sua hora é R$60 talvez não seja o melhor caminho se você usa o carro por 20km todos os dias para trabalhar.

Além da sua experiência, sua hora também é composta por todas as taxas governamentais e recursos que você usa para executar o trabalho. O INSS, o contador, o sindicato, a internet, o telefone, a luz, a água, o computador – não é porque você já tem que não vai considerar, você comprou para trabalhar, logo ele é um gasto -, almoço, os mobile offices e etc.

É claro que você não vai adicionar sua conta inteira de energia (alô pessoal que paga pra Eletropaulo $$$), mas você divide o valor que gasta em horas. Supondo que você more sozinho, você pode dividir o valor da fatura por 30 dias e o resultado por 8 horas, o resultado final é adicionado em sua hora.

Já o seu computador pode ser calculado diferente. Se ele já estiver pago e pretende ficar com ele por três anos, pode pegar o valor total que pagou e dividir pelos três anos, depois por 8h e adicionar o resultado final na sua hora.

Os cálculos precisam ser adaptados conforme a sua realidade. Se você prepara o seu almoço, então o cálculo do almoço será com base na sua compra de mês, mas se você pede almoço ou vai em algum restaurante, o cálculo será com base na média diária que costuma gastar.

O importante é você adicionar todos os gastos que tem, inclusive transporte, combustível e desgaste do automóvel. Afinal alguém paga a gasolina que você está utilizando para trabalhar e, se você não adicionou na sua hora, esse alguém provavelmente é sua pessoa física. É como se você tivesse pagando o transporte para ir trabalhar em uma empresa ao invés de eles darem o Vale Transporte.

2. Calculando o orçamento

image

Depois que você listou tudo e descobriu o valor da sua hora, você já pode começar a fazer seu orçamento. E veja, passar o olho pelo projeto e dizer que irá demorar 50 horas não é fazer um orçamento, mas sim ter um achismo muito grande. Você pode chutar muito alto e perder o cliente, como também pode chutar muito baixo e sair no prejuízo.

Liste todas as tarefas que você precisa executar para que esse projeto fique pronto. E se identificar que alguma tarefa ainda é muito grande para ser orçada, divida em tarefas menores. Você precisa se sentir confortável com o que está orçando e precisa ter certeza de que realmente irá demorar 2h para fazer tal tarefa. No começo é mais difícil, mas com o tempo você pega o jeito de que tarefa X você demora mais e tarefa Y menos.

Depois de listar todas as tarefas junto com suas devidas horas, multiplique as horas pelo seu valor-hora, some tudo, adicione o percentual da sua NF e, se achar necessário, adicione uma margem de erro, de 10 a 20% é válido. Pronto, seu orçamento já está mais próximo da realidade. :)

3. Orçamento x Pós-produção

image

Você achou que estava tudo pronto? Não! A sua hora-homem está definida, seu orçamento está pronto, mas você ainda precisa comparar a estimativa com o resultado.

Quando você fez o orçamento você estimou que levaria 2h na tarefa X e 3h na tarefa Y, mas compare se realmente foi isso que levou. Durante o desenvolvimento do projeto, adicione as horas que realmente utilizou em cada tarefa, para então você ver se está orçando corretamente. Se estiver errado, para mais ou para menos, ajuste nos próximos orçamentos que desenvolver.

Dessa maneira você estará cada vez mais próximo da realidade, sem ter um custo absurdo ou prejuízos.

4. Bônus

image

Agora que você já sabe tudo isso, vou facilitar sua vida e disponibilizar uma planilha bacaninha que calcula sua hora-homem e seus orçamentos. :D Está disponível no Google Drive e Excel para você fazer a festa – ambos hospedados no Google Drive, no primeiro caso é preciso ir em Arquivo > Fazer uma cópia, para ele adicionar no seu drive e no segundo basta clicar em download. E se você tiver dúvidas com os cálculos que fiz, é só deixar um comentário aqui no post.

🖤 Elemento utilizado na imagem destaque é do Flaticon. :)

✓ publicado em 10 de setembro de 2015 por Bruna Diniz